Como Anunciar no Facebook ✯✯Passo a Passo✯✯

O Passo a Passo mais completo de “Como anunciar no Facebook”

O objetivo principal deste artigo é apresentar de uma maneira clara e simples de “Como Anunciar no Facebook” e de como você pode começar a investir em trafego iniciando totalmente do ZERO.

Um pouco do que você irá aprender aqui:

  • O que é Facebook Ads;
  • Passo a passo para criar uma campanha e como anunciar no Facebook;
  • Como investir nos anúncios do Facebook;
  • Mensurar o quanto precisa investir para ter retorno;

 

Agora vamos começar e descobri “como anunciar no Facebook“, pois tempo é dinheiro. (rs)

R$5 a R$10 Mil ao Mês com o Método Formula Negócio Online >> CLIQUE AQUI

 

Não duvido nada que quando você ouviu falar em

Anúncios do Facebook

“Anúncios no Facebook”

“Campanhas no Facebook”

Surgiu uma duvida em sua cabeça: “Mas o que é e como anunciar no Facebook???”

Hoje você irá tirar todas estas dúvidas, e descobrir como que a maior rede social (com cerca de 1,5 bilhões de usuários) foi aos poucos se tornando uma das principais ferramentas utilizadas nos planos estratégicos para aumento de tráfego e receita.

 

Após ler este artigo e aplica-los garanto que irá conseguir montar a sua primeira campanha e trabalhar com a ferramenta com sucesso e sem dúvidas de “Como Anunciar no Facebook”.

 

Como Ele Conseguiu Vender R$14.220 em 7 Dias Com Anúncios no Facebook


 

O que é Facebook Ads?

 

Imagina um lugar que tem toneladas de informações sobre mais de 1,5 bilhão de pessoas que preencheram seus perfis voluntariamente ( localização, coisas que gostam, idade, etc.).

 

Imaginou?

Pois é, com todas essas informações dá para ter uma boa ideia do que cada usuário tem interesse.

E que tal apresentar para cada usuário anúncios personalizados especialmente para eles que mostram produtos, sites que eles tendem a querer visitar ou eventos que eles gostariam de participar?

Por exemplo, você curtiu uma page no Facebook sobre Marketing Digital recentemente, pode ter toda certeza que logo mais irá aparecer anúncios te convidando a participar de alguma palestra online sobre algo relacionado ao assunto (SEO, SEM, como criar Funil de Vendas, enfim…)

Você pode me perguntar: “Tá legal, é como você sabe que isso é um anúncio e não um post?”

Ué, é simples, os anúncios no facebook são realmente inconfundíveis.

Veja, estas são as características principais dos anúncios:

Viu? Tem sempre um texto (tag) na parte superior escrito Patrocinado e a cima deste texto que se encontra o nome do anunciante. Ainda na parte superior também tem um botão de Curtir Página

Na parte inferior sempre tem um botão de ação (call to action) com um:

  • Cadastra-se;
  • Curtir pagina;
  • Reserve agora;
  • Assistir mais;
  • Baixar;
  • Solicitar agora;
  • Saiba mais;

Nunca se esqueça, para identificar um anuncio no seu Feed de Noticias no facebook você deve identificar se tem os seguintes pontos:

  • Tag Patrocinado na parte superior
  • Botão para curtir página (na parte superior também)
  • Um botão Call To Action de canto na parte inferior

 

Bem discreto, não é mesmo? Pois bem, acredite, é isso que faz a maioria clicar!

Sabe o por quê? É Simples, ninguém gosta de ser interrompido durante uma experiência.

Por exemplo, os anúncios do Youtube (francamente, o facebook foi bem mais inteligente que o Youtube nessa parte.), ele te força a assistir os anúncios à praticamente de 4 a 5 vídeos.

 

Claro que algumas vezes dá para você pular os anúncios, mas ás vezes você é obrigado a assisti-lo inteiro para poder assistir o vídeo que você quer.  Fora o fato que tem alguns anúncios que aparecem no meio do vídeo, te interrompendo e acabando com a otimização de experiência do usuário.

Acho que não conheço uma pessoa, que não seja o anunciante, que goste desses anúncios. Sério.

No Facebook também existe anúncios na lateral, que são tipos banners. Porém, esses somente cobrem o que de outra forma estaria com um espaço em branco. Logo, diferente do Youtube, nenhuma interrupção na experiência do usuário ali.

Basicamente o Facebook Ads é uma ferramenta paga utilizada para expor ofertas de algum produto ou alavancar autoridade de algum grupo em um Feed de Noticias de uma audiência especificar e já definida no Facebook.

 

“Como anunciar no Facebook”: Tipos de anúncios do Facebook Ads

1. “Como anunciar no Facebook” – “Curtir” página (Page like ad)

O PROFILE DA PÁGINA FICA EM EVIDÊNCIA, E O USUÁRIO PODE CURTI-LA DIRETAMENTE PELO ANÚNCIO.

2. “Como anunciar no Facebook” – Post da página (Page post ad)

AS PUBLICAÇÕES DA PÁGINA SÃO DESTACADAS, E O USUÁRIO PODE TORNAR-SE UM FÃ POR MEIO DO PRÓPRIO ANÚNCIO.

 

3.”Como anunciar no Facebook” – Histórico de “Curtir” da página (Page like sponsored story)

O USUÁRIO PODE TORNAR-SE FÃ POR MEIO DO ANÚNCIO, QUE ENFATIZA AS PÁGINAS QUE SEUS AMIGOS PASSARAM A CURTIR.

4. “Como anunciar no Facebook” – Histórico de “Curtir” publicação da página (Page post like sponsored story)

OS ANÚNCIOS EVIDENCIAM O HISTÓRICO DE “CURTIR” DOS POSTS DA PÁGINA E O USUÁRIO PODE TORNAR-SE UM FÃ POR MEIO DO AVISO.

5. “Como anunciar no Facebook” – Interações com publicações da página

O ALERTA DE QUE SEUS AMIGOS CURTIRAM, COMPARTILHARAM OU COMENTARAM ALGUM POST DA PÁGINA FICA EM DESTAQUE. ASSIM COMO NOS TIPOS ANTERIORES, O USUÁRIO PODE TORNAR-SE FÃ PELO PRÓPRIO ANÚNCIO.

6. “Como anunciar no Facebook” – Anúncio para aplicativos e jogos

O APP, O GAME OU OS AMIGOS QUE OS UTILIZARAM SÃO DESTACADOS. O USUÁRIO PODE ACESSAR O APLICATIVO OU O JOGO DIRETAMENTE PELO ANÚNCIO. AO USAR UM DELES POR PELO MENOS 10 MINUTOS, SEUS CONTATOS RECEBEM AS ATUALIZAÇÕES DO ÚLTIMO MÊS.

7. “Como anunciar no Facebook” – Anúncios para localização

O ANÚNCIO DESTACA A LOCALIZAÇÃO DA EMPRESA/PRODUTO E TEM LIGAÇÃO DIRETA COM O FACEBOOK PLACES, SENDO EXIBIDO AO PÚBLICO-ALVO DE ACORDO COM OS CHECK-INS REALIZADOS NO ESTABELECIMENTO.

8 . “Como anunciar no Facebook” – Anúncios para domínio

OS AMIGOS DO USUÁRIO SABEM QUE ELE CURTIU E COMPARTILHOU O CONTEÚDO OU COLOCOU UM LINK PARA SEU WEBSITE EM SUA ATUALIZAÇÃO DE STATUS NOS ÚLTIMOS 7 DIAS.

Agora que te dei uma noção dos principais tipos de anúncios existente no Facebook, iremos ter uma base das regras para você poder criar seu primeiro anuncio.
Vamos lá.

Os anúncios tem que seguir as principais e importantes regras:

 

  • Número de caracteres: O limite para o titulo é de 25 caracteres e para o texto descritivo é de 90
  • Imagem: Principal fator para garantir o sucesso do anúncio, é exibida com 100 pixels de largura e 72 de altura. Um detalhe relevante: Imagens animadas (GIFs ) não são aceitas.
  • Regra dos 20% : Determina que imagens com mais de 20% de texto não podem ser usadas.

como anunciar no facebook

Esta regra funciona do seguinte modo: Toda a imagem enviada para aparecer no anuncia passam por uma ferramenta de detecção de texto, que a divide cerca em 25 quadrados e calcula a porcentagem de texto que contém em cada um desses quadrados.

 

Exemplo: Se 25 quadrados correspondem a 100% da imagem, logo, 5 quadrados correspondem 20%.

 

A imagem então será basicamente assim:

Agora Vamos Colocar a Mão na Massa!!

 

Nessa parte, traremos algumas estratégias muito utilizadas no mundo do Marketing Digital quando se trata em criação de anúncios para obter maior retorno.

Não se esqueça, qualquer dúvida entre em contato pelos comentários 😉

Vamos começar o passo a passo de como anunciar no Facebook Ads:

 

Passo Nº 0 Boas práticas para uma campanha efetiva

Acho que você pode perceber que o Facebook é uma ferramenta bem intuitiva, bem direta e também que procura facilitar muito todas as ações realizadas por seus usuários.

Pensando nisso, foram criadas as boas práticas. Estas boas práticas foram exclusivamente focadas na criação dos anúncios que procuram levar ideias ao público alvo da sua empresa.

As boas práticas são divididas em 3 partes:

  1. Boas práticas para marcas;
  2. Boas práticas criativas;
  3. Boas práticas de planejamento;

Vamos fazer o resumo do que é cada uma delas:Boas práticas para marcas: É o modo de como os usuários descobrem e interagem com tudo ao seu redor mudou muito ao longo dos anos.

 

Por exemplo, ao inserir sua marca no mundo dos ads, você precisa usar a visão, o som e o movimento para capturar atenção e construir uma marca forte no mundo dos anúncios.

O chamado de “centro da descoberta” para os usuários é o Feed de Notícias.

Boas práticas criativas: O principio desse método é a  base de um anúncio através do Facebook chamado de building for Feed, que pode ser traduzido para algo como Construindo para o Feed.

Lembra que o feed de notícias é o centro de atenção de todos os usuários que falamos no tópico anterior?

Pois é, a parte criativa dos anúncios precisa ser otimizada para que os seus anúncios (e até mesmo os seus posts) sejam autênticos e transmitam as ideias que a sua marca deseja passar.

 

Boas práticas de planejamento: Toda vez que me perguntarem qual e a principal parte que deve iniciar um negócio irei dizer que é o Planejamento! Porque planejamento é a alma do negócio, ou pelo menos de uma campanha bem-sucedida.

Antes de criar o primeiro anúncio, tirar a primeira foto ou escrever a primeira frase sempre é necessário planejar como será e o que você espera dela.

 

É interessante que antes de colocar um anúncio no ar ou aumentar seu orçamento de Facebook Ads e começar a investir mais pesado, pense em toda a estratégia e o que vai acontecer após o Lead clicar em seu anúncio. Você sempre, repito, sempre deve checar:

 

  • A segmentação do anúncio está correta?
  • Tem erros ortográficos no anúncio ou nas páginas para onde irão os Leads?
  • A Landing Page (página para onde o anúncio direciona o visitante) está funcionando?
  • Os textos estão transmitindo bem a proposta de valor da sua oferta?
  • A integração com seu software de Email Marketing está funcionando?
  • Para onde estão indo os Leads após o preenchimento do formulário? Existe uma página de agradecimento?
  • Há algum fluxo de automação configurado para manter o relacionamento após a conversão do visitante em Lead?

 

Anote tudo isso!

 

Você vai usar estas dicas muitas vezes!

 

 

Passo Nº 1 Criação de uma Fan Page no Facebook

Se não tiver ainda uma Fan Page precisará criar uma. Talvez você esteja se perguntando: Mas por quê preciso criar uma fan page???

Simples, o Facebook Ads não aceita que anúncios sejam associados com indivíduos. Apenas para negócios.

Acesse  https://pt-br.facebook.com/pages/create/ e você irá cair direto nessa tela:

Agora escolha o tipo que será a page. Veja qual tipo que se encaixa melhor no seu negocio:

  • Negócios locais ou Local: Esse tipo serve para empresas que possuem uma abrangência local, como cinema, hospital, bares, hotel, médico, casa de shows, restaurante, advogados,  etc…
  • Empresa, organização ou instituição: É muito parecida com o tipo anterior, mas, como não é uma atividade obrigatoriamente local, não há necessidade de informar a localização do estabelecimento.

Esse tipo de fan page pode ser selecionada por empresas de saúde e beleza,  tecnologia, publicidade,  loja virtual, etc.

 

  • Marca ou Produto: É muito mais interessante para empresas que estão criando uma Fan Page para um determinado produto ou para uma determinada marca.

Por exemplo, a empresa Apple quer criar uma Fan Page para a marca Iphone, então essa categoria é a mais indicada.

 

  • Artista, banda ou figura pública: Como o próprio nome já diz é uma categoria indicada para bandas, cantores, políticos, apresentadores de televisão, personagem etc…
  • Entretenimento: Categoria ideal para um programa de tv, ou um evento (livro, esportivo, música, micareta), etc…
  • Causa ou comunidade: Ideal para uma passeata, ONG, uma causa específica etc…

 

Logo após irá abrir as opções de categoria e você poderá escolher mais especificamente se trata o seu negócio e o nome da sua empresa/marca/loja…

Concluindo o preenchimento podemos clicar no botão Começar

Pronto!! Sua página foi criada!

Agora a tela seguinte será esta abaixo, aqui você pode personalizar a sua pagina.
Colocar uma foto do estabelecimento, logo da empresa e uma capa personalizada sobre seu ramo de negocio.

Perfeito! Feito tudo personalizado de acordo com o seu querer e seu ramo de atuação.

Vale a pena ressaltar que o seu perfil deve ser algo que chame atenção, sua capa deverá ser animada e interligada com o seu negocio ou produto que você irá anunciar no Facebook Ads.

 

Passo  Nº 2 Criando anuncio no Facebook                                    

Agora no canto inferior, logo abaixo das opções de Pagina Inicial, Publicações, Vídeos, etc… tem um botão de ação escrito PROMOVER

É nesse botão que começamos a construir os anúncios

Toda grande campanha e anúncios bem sucedidos do Facebook Ads passou por estas etapas!

Iremos abrir a aba de Obter mais visitantes para o site. A janela que irá abrir será onde faremos a personalização inicial e importantissímo do nosso anúncio.

Nele que iremos indicar para qual publico este anuncio deverá aparecer.
Podemos definir o Gênero, a Localização, Interesses que o usuario deve apresentar.

Também é possivel editar totalmente o anúncio do Facebook Ads clicando na aba CRIATIVO DO ANÚNCIO. Editar o texto que irá aparecer, a imagem também é possivel.

E ao lado podemos ver instantaneamente as modificações e como o nosso anúncio irá ficar após ficar pronto.

Nessa parte ainda temos a opção de Veicular o anúncio do Facebook Ads no Instagram, e é uma boa tickar esta opção se você queira fazer grande investimento, mas, não recomendo fazer isso.
Porque temos que fazer primeiro uma campanha com vários anúncios investindo pouco, e com isso vamos fazendo os testes de quais anúncios irá ter mais engajamento com o publico alvo.

 

Os que tiverem mais interação e mais resultados nós podemos aumentar a margem de investimento, e aqueles anúncios que não foram tão bons podemos diminuir a margem ou até descartar de vez.

 

Basicamente o intuito é primeiro fazer os testes, os que não tiverem grande engajamento com o público nós tiramos o que estávamos investindo neles para poder investir mais nos que teve maiores resultados.

(podemos falar mais sobre isso em outro post)

 

ü  E algumas dicas para otimizar o seu anúncio no Facebook:

 

Título: Dê aos seus futuros clientes algo de graça. Isso mesmo, GRATUITO! Pode ser um brinde, como muitos fazem, ou quem sabe um e-book, talvez um webinario gratuito.

Só tenha certeza de que o seu título agarre a atenção dos seus leitores.

Texto: Tente conseguir 2 coisas. Um call to action e alguma prova social.

Se você quiser saber mais, a Claire Pells tem algumas dicas ótimas sobre o que faz um bom texto de anúncio.

** (Ela é uma grande especialista no assunto de aquisição de trafego de qualidade, se você tem interesse de aprender mais sobre assunto sugiro que a siga) J

 

Descrição do link no Feed de Notícias: Sempre forneça um botão claro de call to action para seus leitores que será para o benefício deles.

 

Botão de Chamada para Ação (CTA): Vai por mim, escolha a opção Saiba Mais. Tem sido comprovado que converte bem melhor.

Quando estiver tudo definido (tudo personalizado, o valor que você irá investir e a duração), é hora de clicar em Promover.

E pronto! Seu anúncio esta feito.

Fácil, não é mesmo?

Esta é a estrutura inicial para montar uma campanha.
Antes de ser publicado seu anúncio passará por uma análise, que verificará se esta tudo de acordo (também a análise da imagem é realizada, lembra-se da Regra dos 20%? Olha ela aparecendo aqui!)

Relaxa que quando for aprovada você irá receber uma notificação no Facebook dizendo que seu Anúncio foi aprovado com sucesso.

 

Vamos para o próximo passo!

 

 

 

Passo Nº 3 Criando uma Campanha (ou seja, um conjunto de anúncio no Facebook)

Nessa etapa vamos utilizar o Power Editor do Facebook. É importante ressaltar que funciona melhor no navegador do Google Chrome.

Então se não tiver instalado recomendo que instale para ter todas as funções ativas e não ter dores de cabeça com o Power Editor.

Para começar acesse: https://www.facebook.com/ads/manage/powereditor/ ou na caixa de texto para busca no Facebook digite Power Editor (é o primeiro que irá aparecer).

 

Agora, deveremos clicar em Criar Campanha, é um botão fica abaixo do seu nome e numeração de conta, no lado esquerdo da tela.

Assim que clicarmos irá aparecer uma janela para você criar campanha. Veja a imagem abaixo:

Repare que tem a opção de utilizar campanhas já existentes ou criar uma nova.

Como estamos criando tudo do Zero, vamos Criar Nova Campanha.

No bloco 1 (sinalizado na imagem) tem a opção de escolhermos qual é o Objetivo da Campanha.

Há muitos objetivos e essa é uma fase que é muito importante escolher bem, pois é por meio dela que o Facebook Ads vai mensurar os seus resultados.

Após tudo definido (nome da campanha, o objetivo dela) podemos clicar em Criar.

Em seguida você será encaminhado para uma página que terá o anúncio que criamos antes.

A página será como esta abaixo:

Aqui, você vai ter um resumo do seu Objetivo e o Tipo de compra (por enquanto, você só poderá escolher a opção Leilão).

Agora vamos precisar clicar em Revisar Alterações, o botão verde que esta do lado direito da tela.

ATENÇÃO: Fazer esta ação é muito importante após qualquer modificação, porque só assim, os seus anúncios (ou qualquer outra alteração) serão publicados e começarão a rodar.

Você pode agora duplicar este anúncio e editar para poder fazer vários tipos de teste (como falado anteriormente), e poder aperfeiçoar e obter sucesso no Facebook.

 

EXISTEM OUTRAS MANEIRAS DE FAZER ANÚNCIOS NO FACEBOOK ADS?

Esta maneira que acabei de explicar como anunciar no Facebook Ads é a forma que é mais utilizada para otimização de campanha por Especialistas em Marketing Digital.

Mas, se restou à dúvida de se há outra forma de anunciar no Facebook Ads, a resposta é sim. Existem diversas formas de realizar campanhas no Facebook Ads.

Duas delas se destacam: Através do Gerenciador de Anúncios e o Power Editor (O que fizemos agora a pouco)

 

Vamos lá

QUAIS SÃO AS DIFERENÇAS ENTRE O GERENCIADOR DE ANÚNCIOS E O POWER EDITOR?

Que o Gerenciador de Anúncios do Facebook e o Power Editor são duas plataformas usadas para quem quer anunciar no Facebook, você já sabe.

Mas…

Você sabe quais são as diferenças entre eles?

Basicamente, as duas ferramentas possuem as mesmas funções.

Mas o Power Editor tem duas diferenças principais:

  1. É mais avançado e focado em quem já tem mais experiência em anunciar;
  2. Possui funções diferenciadas que são as grandes vantagens de usar a ferramenta.

 

Quais são as vantagens? Vamos lá descobrir!

 

 

AS VANTAGENS DE USAR O POWER EDITOR

 

  1. EDIÇÕES MULTIPLICADAS

Acredite, se você administra várias campanhas de uma só vez e ainda não usa o Power Editor, realmente está perdendo tempo.

Com essa ferramenta a duplicação e edição de anúncios em massa leva pouquíssimo tempo. Ou seja, você se torna mais produtivo.

 

Para editar anúncios, conjuntos de anúncios ou campanhas ao mesmo tempo você deve seguir os seguintes passos:

  1. Selecione uma linha de anúncio ou campanha que você deseja editar.

 

  1. Pressione a tecla Shift e clique em outra linha para selecionar um intervalo de linhas, onde todas as linhas que estão entre as duas selecionadas também serão marcadas para receber a alteração.

 

  1. Ou clique em uma linha que quer alterar e pressione a tecla CTRL (Windows) ou Command (Mac). Após isso, mantenha a CTRL ou Command pressionada e vá clicando em diversas linhas para selecionar as que você quer alterar.

 

  1. Clique em Editar para editar todas as linhas selecionadas de uma só vez. Quaisquer alterações que você fizer, como URLs de taxas de clique ou direcionamento, serão aplicadas a todas as linhas selecionadas.

 

Já para duplicar anúncios ou campanhas é só seguir esses passos abaixo:

  • Dentro do Power Editor você primeiro irá clicar na guia Gerenciar anúncios, na parte superior da página.
  • Clique no ícone de Campanhas, Conjuntos de anúncios ou Anúncios no lado esquerdo da página.
  • Após isso, selecione a campanha, o conjunto de anúncios ou o anúncio que você deseja duplicar.
  • No menu superior, você clica no ícone duplicar ou simplesmente pressione o atalho CTRL + D
  • Escolha um local para criar ou use uma campanha existente para colocar os anúncios ou conjunto de anúncios.
  • Clique em Criar.
  • Faça as suas alterações adicionais ao que foi duplicado e clique em Analisar alterações para salvar

E mais, além dessas duas maneiras,  ainda tem a opção de usar o Excel do seu computador para criar suas campanhas ou anúncios e importar para dentro do Power Editor.

É simples também esse método, basta clicar em Exportar e Importar no Power Editor e selecione Importar anúncios em massa.

Existe uma segunda maneira de Importar suas planilhas, que é copiando a planilha com o Ctrl + C (No Windows) ou Command + C (No Mac). Após isso, é só clicar no ícone Exportar e Importar no Power Editor.

Selecione a opção Importar, então cole a planilha na área de texto usando o Ctrl + V ou Command + V.

Viu?! É bem fácil!

É mais que isso, é mais Rápido!

Além das edições e duplicações serem feitas de maneira mais ligeiras e consequentemente aumentando a produtividade, a ferramenta também carrega suas campanhas mais rápido que o Gerenciador de Anúncios.

 

Isso é uma vantagem para quem quer começar a aperfeiçoar o seu tempo com anúncios e disponibilizar mais tempo para criar conteúdos diferentes ou criar novas estratégias para atingir o público.

 

 

Como o objetivo deste post é te ensinar a como criar anúncios no Facebook, iremos também dar algumas dicas para vocês sobre como otimizar os anúncios no Facebook Ads e assim obter mais rápido e maiores retornos sobre o investimento aplicado nas campanhas.

Afinal, independentemente se o objetivo da campanha for descrita para ter mais leads, ou divulgação de alguma marca, ou até mesmo para mais engajamento o principal pensamento é ter receita sobre ele.

 

Agora, vamos para as dicas essenciais que você terá que aplicar nas campanhas se quiser um ótimo resultado.

 

·        Primeiro de todas: Instale o pixel do Facebook Ads

O pixel do Facebook é em grosso modo um pequeno trecho de código que você deve instalar em seu site para obter informações e realizar diversas ações, como por exemplo:

  1. Avaliar o número de conversões realizadas a partir de campanhas anunciadas no Facebook Ads.

 

  1. Gerar uma lista de retargeting, ou seja, toda vez que uma pessoa estiver online no Facebook e passar pelo seu site (E sim, isto é muita gente), o Facebook saberá essa informação e permitirá que você exiba anúncios para todas essas pessoas dentro da rede;

 

  1. Elaborar uma lista de público semelhante (Lookalike Audience). Ou seja, formar uma base na lista das pessoas que passaram pelo seu site, o Facebook irá procurar outras pessoas com perfil bem parecido, ampliando assim, muito a audiência dos seus anúncios.

Para aumentar (e muito, muito mesmo) seus resultados e diminuir o custo por Lead, é bem importante que você tenha o pixel instalado.

 

Bom, para pegar esse código você deverá entrar na sua conta de anúncios, vá em Ferramentas e clique em Pixels.

Na página do Pixel, selecione a opção Ações e clique em Visualizar código do pixel, veja a imagem:

Agora, com o código em mãos que começa a parte técnica da instalação. Neste momento, recomendo fortemente o uso do Google Tag Manager, porque  ao invés de realizar a instalação do pixel diretamente no código, você irá utilizar um meio bem mais simples e fácil.

O Google Tag Manager é um  serviço do Google de em que, com um único código, você consegue inserir muitos outros, e isso incluindo o Pixel do Facebook Ads (claro).

Mas se for o caso de você já obtém acesso aos códigos do site e queira fazer a instalação sem o Google Tag Manager, é somente copiar o código do Pixel e colocar entre as tags (<>) do código-fonte do seu site. J

Dica extra: Para você poder verificar se o pixel realmente está instalado corretamente, existe um plugin (que funciona somente) no navegador Google Chrome chamado de Pixel Helper. Com esse plugin você poderá saber se o pixel está instalado corretamente, quantos códigos o site possui e ainda qual é o ID do pixel. (De nada )

 

 

·        Um ponto importante: Não faça da aquisição de fãs o principal objetivo da sua estratégia

Ok, o titulo diz tudo.

Mas vamos lá,

Muita gente se impressiona com alguns números bem comuns no Analytics: número de pageviews, visualizações no Youtube , pessoas que curtiram no Facebook, e por ai vai.

Só que, como tudo na vida em um porém…

Falta um ponto essencial: quanto isso realmente contribui para as vendas?

Afinal, vender é a única atividade que efetivamente traz receita (dinheiro) para dentro de todas e qualquer empresa. Todo o restante é somente custo a traz de custos.

Uma das grandes vantagens do Marketing Digital é sua alta capacidade de mensuração, e não utilizá-la corretamente pode ser considerado um grande desperdício.

 

 

 

Continuando a falar sobre o Facebook Ads, um erro muito comum que podemos observar ocorre quando as empresas concentram grande parte do seu orçamento em aquisição de fãs, ou seja, em somente aumentar o número de curtidas da página.

Claro que não podemos negar que quantidade é importante, porque isso serve de prova social e transmite muita autoridade sobre a empresa e credibilidade para muitas pessoas que ainda não  a conhece totalmente.
Acontece que, como falado anteriormente, se focar somente nessa métrica não será algo que trará realmente retorno em vendas de forma direta.

Outro ponto interessante aqui é o baixo índice de alcance orgânico: quando você compartilhar algo na página da sua empresa, essa atualização não será exibida para 100% dos seus fãs. Pelo contrário, será exibida para uma fatia bem pequena, sendo que, para alcançar mais pessoas, deverá pagar para isso.

O conselho que podemos dar nesse caso é focar os anúncios em conversões no site.

Isso porque as contas finais (ou seja, as conversões) representa de fato alguma coisa que trará um impacto financeiro, seja imediatamente, quando o anúncio for para um produto, ou indiretamente, quando o foco for à geração de Leads.

Com esse objetivo, você conseguirá mostrar – e comprovar – o Retorno sobre o Investimento (ROI).

 

 

 

·        ATENÇÃO!! Não tente vender para um público que não te conhece ao anunciar no Facebook.

 

Muitas empresas acham que, só por estarem pagando para gerar tráfego para uma oferta, devem focar direto e tão somente na venda de um produto, ou seja, direcionar todos os anúncios para uma página de produto ou serviço.

Só que… não é bem assim que funciona, já que acontece de nem todas as pessoas estarem no momento de compra.

Assim como mostra Chet Holmes no livro The Ultimate Sales Machine: “apenas 3% do seu público potencial está procurando ativamente pelo seu serviço”.

Funciona mais ou menos assim:

(Eu sei, chega até ser chocante)

Sendo assim, o mais recomendado é igualar a sua estratégia de compra de mídia com uma estratégia de Inbound Marketing, ai sim fazer anúncios de ofertas para as pessoas que ainda não estão no momento de compra.

Você pode fazer isso ofertando algo de valor para essas pessoas, como já falado no meio desse artigo (lembra?!) oferecer eBooks, webinars, templates, ou até mesmo ferramentas gratuitas. É um sistema simples: Em troca das ofertas, as pessoas te darão informações (como o nome, email, empresa, cargo, às vezes até mesmo o telefone para contato) que você pode facilmente utilizar para qualificá-las e manter um melhor relacionamento.

E realmente tendo estas informações em mãos, você poderá reuni-las e nutrir esses Leads, fazendo assim chegar mais rápido ao momento de compra.

Caso você já tenha uma base de Leads, a dica neste momento é começar um relacionamento via Facebook Ads procurando esses Leads no Facebook e criando uma lista a partir deles.

É assim como funciona: você planeja e cria um Público Personalizado a partir de uma lista de e-mails já capturados. Faz o upload dela e após isso o Facebook conseguirá ver quais daqueles e-mails estão associados a algum de seus usuários e criará uma divisão para quem você poderá exibir anúncios. Entende? Simples né.

Recomendamos que grande parte do seu orçamento para mídia paga seja destinado a anúncios com foco em geração de Leads para atrair novos usuários (vai por mim, isso dá um grande resultado).

Isso permite que seja aumentada a base e crie outras diversas formas de relacionamento, aumentando também (e muito) as chances de fechar uma venda.

 

 

  • Promover os posts do blog para aumentar o volume de pessoas na sua lista de retargeting realmente funciona

Pode ser que uma oferta indireta e de baixa concorrência, mas promover posts do blog da sua empresa é uma ótima estratégia para conseguir gerar tráfego a um baixo custo por clique.

Esse tipo de campanha você direciona o tráfego diretamente para seu blog e faz com que as pessoas tenham contato com o seu Pixel do Facebook Ads (aquele mesmo que falamos na primeira dica essencial!).

Isso fará com que elas praticamente sejam incluídas na sua lista de retargeting, no qual você poderá utilizar como público futuramente para direcionar suas campanhas. Entende?

Uma dica extra que surge com esta desta é entrar na Informações de Público e descobrir mais sobre sua audiência, como suas localizações, as páginas que essas pessoas curtem , e entre outras diversas coisas.

 

·        Rastreie todo o tráfego do Facebook Ads utilizando o URL Builder

Voltamos a refletir e a dizer que a grande vantagem do Marketing Digital é sua capacidade de medição (mensuração). Toda ação realizada é passível de uma análise fina de todos os resultados gerados.

Algo que acontece atualmente na grande maioria das ferramentas de web analytics, e isso inclui o Google Analytics, é que não fazem a distinção entre o tráfego vindo dos anúncios do Facebook e o tráfego orgânico, ou seja, que não veio de um canal pago. (Mas creio que logo teremos mais esta facilidade em mãos)

Claro que sempre existe um jeitinho, então para contornar essa situação e poder mensurar corretamente as campanhas de Facebook Ads,  é altamente recomendado o uso do URL Builder (um recurso do Google que permite rastrear a origem do tráfego de forma personalizada e tornar mais fácil a análise dos resultados).

 

E volto a dizer: Teste tudo o que for relativo à campanha

Isso é um pré-requisito para tudo no Marketing Digital.

Já vi diversas vezes campanhas não terem sucesso por erros que facilmente poderiam ter sido percebidos em simples testes.

No caso de anúncios é ainda pior, pois é dinheiro desperdiçado!!!

É interessante sempre fazer uma revisão para confirmar se o caminho da estratégia da campanha vai funcionar e para certificar que realmente o usuário irá chegar ao seu objetivo.

 

Tudo isso que foi dito aqui faz parte de uma estratégia de Marketing Digital bem definida. Verifique tudo isso antes, pois nem a melhor campanha do mundo, com o maior investimento em dinheiro, consegue ter resultados satisfatórios sem que a estratégia toda esteja funcionando!

 

Summary
Review Date
Reviewed Item
Como Anunciar no Facebook
Author Rating
51star1star1star1star1star

Ebook Grátis!! Passo a Passo Essencial para montar seu Negócio Online do Absoluto Zero...  

Eduardo Macedo

Blogueiro, Empreendedor Digital com a missão
de ajudar o maior numero de pessoas a montar
seu negócio Online .

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *